X
Publicidade Davaca novo

Professora Fabiana Pinto morre em decorrência do Lúpus, em Teixeira de Freitas

Por Neuza em 09/12/2023 às 10:34

Professora Fabiana Pinto morre em decorrência do Lúpus, em Teixeira de Freitas

No universo da educação, da poesia e da literatura, o nome de Fabiana Pinto Silva de 48 anos brilhava como uma estrela singular. Professora, poetisa e escritora, Fabiana era uma personalidade multifacetada que deixou uma marca em todos que tiveram a oportunidade de conhecê-la. Infelizmente, seu brilho foi interrompido por uma batalha longa e árdua contra o Lúpus, uma doença autoimune que a acompanhava há anos. Ela estava internada no Hospital Sobrasa, onde veio a falecer.

Fabiana não era apenas uma educadora, mas uma peça fundamental na engrenagem do conhecimento. Sua trajetória acadêmica incluiu passagens marcantes pelo Instituto Francisco de Assis (IFA) e pela Escola Cooperativa, onde compartilhava seu vasto conhecimento com os alunos. Sua didática envolvente e comprometimento com o aprendizado tornavam suas aulas momentos únicos de inspiração e aprendizado.

A notícia de sua internação na UTI devido a uma recaída em sua batalha contra o Lúpus abalou a comunidade educacional. Amigos, colegas e alunos manifestaram solidariedade nas redes sociais, destacando não apenas sua competência profissional, mas também sua humanidade e carisma. "Perdemos uma sumidade", expressou uma colega em uma postagem emocionada.

Nos últimos meses, Fabiana vinha enfrentando desafios de saúde, lutando bravamente contra os sintomas debilitantes da doença. Sua situação a levou a receber uma transfusão sanguínea recentemente, e estava prevista uma sessão de diálise para hoje, numa tentativa de oferecer suporte vital a seu organismo. Infelizmente, seu estado de saúde se deteriorou, e ela não resistiu.

Além de suas contribuições acadêmicas, Fabiana era reconhecida como uma poetisa talentosa e escritora prolífica. Seus versos refletiam uma sensibilidade única, capturando nuances da vida, do amor e da condição humana. Seu legado literário permanecerá como uma fonte perene de inspiração para as gerações futuras.

Além de suas realizações profissionais, Fabiana era também uma mãe dedicada, deixando para trás uma filha que certamente seguirá os passos de uma mulher forte, inteligente e estudiosa.

A partida de Fabiana Pinto deixa um vazio na comunidade acadêmica e artística, mas seu legado continuará a inspirar e influenciar aqueles que tiveram a sorte de cruzar seu caminho. Neste momento de luto, celebramos a vida de uma mulher extraordinária, cujo impacto será lembrado não apenas nos corredores das instituições de ensino, mas também nas páginas de suas obras atemporais.

O velório será na Primeira Igreja Batista, hoje, a partir das 12:00h

Fonte: Fernanda Silva/Bahiaextremosul

Tags:   Luto na educação
publicidade