X
Publicidade Davaca novo

Cabelos fracos e quebradiços? Mude esses 5 hábitos

Descubra como cuidar corretamente das madeixas para que elas fiquem brilhantes e saudáveis

Por Neuza em 20/04/2023 às 10:10

Cabelos fracos e quebradiços? Mude esses 5 hábitos

A saúde e a aparência dos nossos cabelos são muito influenciadas por diversos aspectos, entre eles, a alimentação, o nível de estresse, a genética e as condições climáticas. Sendo assim, é importante ter uma rotina de cuidados adequada, incluindo escová-los delicadamente e utilizar os produtos corretos. Apesar disso, se os fios não estiverem saudáveis, é possível contornar a situação e conquistar o aspecto desejado.

A  Dra. Cintia Guedes, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) listou alguns motivos que podem deixar os cabelos fracos e quebradiços, e citou quais são os cuidados certos recuperar a sua vitalidade.

Tomar banho com água muito quente

Segundo a médica, a água exageradamente quente desidrata a pele e a fibra capilar, favorecendo o ressecamento, a fragilização e a queda dos fios. Na hora de enxaguar as suas madeixas, use uma água mais fria ou morna.

"Isso acontece porque a alta temperatura da água remove os óleos de proteção dos fios e abre os poros do couro cabeludo, fazendo com que este produza óleo em excesso para a reposição, o que causa danos à raiz, favorece o surgimento de dermatite seborreica e leva a ainda mais queda", explica.

Passar dias sem lavar o cabelo

O shampoo a seco pode ser bastante útil para aqueles dias em que não temos tempo para lavar o cabelo. No entanto, é preciso ter moderação ao utilizá-lo, pois o acúmulo do produto no cabelo pode provocar caspa, além de entupir os folículos pilosos, prejudicando o crescimento dos fios, de acordo com a dermatologista.

Falta de cuidado ao secar os fios

Quando molhados, os fios se tornam mais sensíveis à quebra. Por esse motivo, não podemos escová-los e nem enxugá-los de forma agressiva.

"Ao lavar o cabelo, preocupe-se em desembaraçá-lo antes da secagem. No momento de secar com a toalha, faça movimentos suaves e, se possível, utilize uma toalha bem macia", detalha a Dra. Cintia.

Se for utilizar ferramentas de calor, como secador, chapinha ou modelador de cachos, não deixe de passar um protetor térmico. Afinal, as altas temperaturas desses aparelhos danificam as proteínas e comprometem a saúde capilar.

"Uma vez que a cutícula esteja danificada, o equilíbrio de hidratação é perdido e seu cabelo fica mais propenso à queda. Limite o uso do secador a, no máximo, duas ou três vezes por semana, e utilize a opção de ar menos quente", aconselha.

De olho nos produtos fixadores

A dermatologista diz que, normalmente, esses produtos possuem álcool, uma substância que deixa os cabelos fracos e secos. Então, se você precisar de algo para fixar o seu penteado, opte por soluções mais suaves, por exemplo, os cremes, que não afetam a umidade do cabelo.

Fazer dietas radicais

Hábitos alimentares restritivos ou nutricionalmente pobres fazem com que o organismo não consiga desempenhar funções essenciais, e isso pode resultar na queda de cabelos.

"Opte por uma dieta saudável e repleta de proteína magra, como as encontradas nos peixes, frango, lentilha e feijão. Proteína é o ingrediente vital para os cabelos", recomenda a Dra. Cintia Guedes.

"Para cabelos ainda mais fortes"
Alguns medicamentos tópicos, por exemplo, o minoxidil podem ser úteis para melhorar a saúde das madeixas, desde que orientados por médicos.

Outro caminho para estimular o nascimento de cabelos mais fortes é a realização de procedimentos em clínicas, como o Bulge Hair Restoration.

"O equipamento dispõe de tecnologias como os lasers de baixa potência, que estimulam a multiplicação das células e a recuperação da saúde do bulbo e dos fios, e um sistema de radiofrequência microagulhada para indução do crescimento capilar, por meio da liberação de fatores de crescimento pelo organismo", esclarece o dermatologista Dr. Abdo Salomão, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Fonte: Boa Forma

Tags:   Rotina de cuidados adequada
publicidade