X
Publicidade Davaca novo

Novembro Azul Pet: animais de companhia também podem ter câncer de próstata. Saiba como prevenir e tratar

Por Neuza em 23/11/2023 às 09:24

Novembro Azul Pet: animais de companhia também podem ter câncer de próstata. Saiba como prevenir e tratar

 A campanha "Novembro Azul" é geralmente associada à conscientização sobre a saúde masculina, especialmente quanto à prevenção e ao diagnóstico precoce do câncer de próstata. No entanto, esse conceito também tem sido aplicado aos animais de estimação e destaca a importância da saúde dos animais, especificamente dos machos. "A campanha nesse mês tem como intuito alertar e informar os tutores que os pets também podem apresentar alterações prostáticas, além disso, orienta sobre os cuidados necessários e a rotina de exames regulares para o bem-estar dos pets", explica a médica-veterinária Stefanie Poblete.

A alteração de próstata mais comum em cães é a Hiperplasia prostática benigna, conhecida como HPB. Essa enfermidade está diretamente associada ao envelhecimento, sendo mais comum em machos idosos não castrados, é geralmente de natureza benigna e a maioria dos casos se resolve com a castração do pet.

Além da HPB, segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária, o câncer de próstata também pode ocorrer, com maior frequência em cães, com idade entre seis e sete anos de idade. O problema acomete aproximadamente 4% dos cães com mais de sete anos e, se o pet não for castrado, esse percentual dobra. Gatos também podem ser acometidos por essa doença.

De acordo com a médica veterinária da Syntec, "somente o veterinário pode identificar a doença em alguns casos, tanto no exame físico, quanto em exames complementares como o ultrassom. Além disso, as alterações de próstata, costuma se manifestar juntamente com outros sinais, como dificuldade de urinar, sangue na urina e até dificuldade de defecação".

A médica-veterinária lembra que "muitas vezes os sinais podem ser silenciosos, sendo importante manter a rotina de consultas e exames preventivos dos animais em dia – o que contribui para o diagnóstico precoce. Dessa forma, o bem-estar do animal é preservado e os tratamentos podem ser mais eficazes, garantindo a qualidade de vida.

Fonte: Bahiaextremosul/Ascom

Tags:   Cuidados com animais
publicidade