Publicidade publicidade

Entenda logística da prova do Enem 2023 

Por Neuza em 04/11/2023 às 17:34

 

Entenda logística da prova do Enem 2023 

Foto- Reproduçao


Processo de aplicação vai desde elaboração, impressão e armazenamento até distribuição e aplicação das provas. Primeiro dia do exame é neste domingo (5/11) 
 
Cerca de 400 mil pessoas participam do processo de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. Os procedimentos vão desde elaboração, impressão e armazenamento até distribuição e aplicação das provas. O primeiro dia de provas acontece neste domingo, 4 de novembro.  

 

São cerca de 3,9 milhões de inscritos confirmados no Enem 2023, nas 27 unidades da Federação, em 1.750 municípios de aplicação. Ao todo, são mais de 9 mil locais de prova, com 10.086 coordenações, o que representa cerca de 132 mil salas. Além disso, farão parte da aplicação 1.763 coordenadores municipais, 36 coordenadores estaduais e cerca de 13.000 assistentes de local.  
 

  
Para atuar no Enem, todos os profissionais passam por capacitação, com o intuito de padronizar os procedimentos. O Ministério da Educação, por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realiza treinamentos diferentes para colaboradores estaduais, coordenadores municipais, coordenadores de local de prova, aplicadores regulares e especializados, fiscais, certificadores, policiais, bombeiros, corretores de redação, entre outros. 
 
Por medida de segurança, todas as etapas do Enem são monitoradas pelo Inep, desde a publicação do edital até a divulgação dos resultados. Essa equipe da Autarquia é responsável pela gestão de riscos do exame, composta por um planejamento cauteloso de intercorrências possíveis e planos de ação. 
 
Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, o Enem se tornou a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni). 
 
Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são utilizados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetro para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

Os resultados individuais do Enem também podem ser aproveitados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitar as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal. 

Fonte: Imprensa/ MEC

Tags:   Enem provas MEC
publicidade