X
Publicidade Davaca novo

Depilação com lâmina engrossa o pelo? Tire essa e outras dúvidas

Desvendamos os mitos e verdades mais comuns a respeito da prática. Confira!

Por Neuza em 09/08/2023 às 11:17

Depilação com lâmina engrossa o pelo? Tire essa e outras dúvidas

Foto: Reprodução

Quem nunca ouviu falar que a depilação com lâmina engrossa o pelo? Ou então que ela pode provocar o escurecimento da pele? A verdade é que são muitas as dúvidas que cercam o assunto. Para te ajudar a esclarecer, de uma vez por todas, as principais delas, conversamos com duas especialistas, a Juliana Piquet, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), e a Michele Camargo, biomédica esteta. Confira:

A depilação com lâmina engrossa o pelo
Mito

Com certeza, uma das questões mais frequentes é se a depilação com lâmina engrossa o pelo e deixa ele mais áspero e a resposta para ela é NÃO.

"O bulbo do pelo, aquela parte bem grossa que fica dentro da pele, jamais produzirá um fio mais ou menos espesso só porque foi cortado com determinado instrumento. O que acontece, na verdade, é que a lâmina corta o pelo de maneira bem rente à pele e, quando ele cresce de novo, o que 'surge' primeiro é essa base maiorzinha, dando a ilusão de que ele está mais escuro e mais grosso, porém ele continua como sempre", detalha Michele.

Faz com que os pelos cresçam mais rápido
Mito

Conforme explicado pela biomédica esteta, o ato de cortar o pelo não interfere em absolutamente na velocidade de crescimento do pelo, s endo que ele sempre demora exatamente o mesmo tempo para aparecer novamente.

"O que acontece é que, na depilação com lâmina, não é feita a remoção pela raiz, então o pelo não precisa recomeçar todo o seu ciclo de crescimento. Por esse motivo, temos a impressão de que ele cresce mais rápido", acrescenta Juliana Piquet.

Causa o escurecimento da região
Mito

A depilação com lâmina em si NÃO escurece a região. No entanto, segundo a dermatologista, se não executada com os cuidados certos, ela pode provocar sim essa alteração. Isso porque o método gera um atrito entre a pele e a lâmina, colaborando para o surgimento de irritações, vermelhidões e foliculites, problemas que podem acabar evoluindo para uma mancha escura no local.

Sendo assim, para prevenir essas manchas, é recomendado o uso de cremes adequados que facilitem o deslizamento da lâmina e de protetor solar.

Exige alguns cuidados antes de ser feita
Verdade

De acordo com as especialistas, os cuidados mais importantes são:

Fazer uma esfoliação cerca de 3 dias antes da depilação para remover as células mortas e evitar pelos encravados.
Lavar a pele antes de raspar, a fim de deixá-la livre do excesso de óleo e de outras sujeiras;
Raspar na direção do crescimento do pelo;
Realizar o processo de maneira suave e com movimentos leves;
Usar um creme de barbear hidratante para raspar;
Hidratar depois ou utilizar um creme calmante para reduzir a irritação;
Trocar a lâmina com frequência;
Guardar o aparelho em local seco;
Usar água morna ou fria no banho após a depilação para não danificar a pele;
Evitar a exposição solar e o uso de ácidos na pele depois da remoção dos pelos;
A depilação com lâmina é indolor
Verdade

Como ela apenas corta o pelo em sua base, sem arrancá-lo pela raiz, a depilação com lâmina é um método indolor, que só provoca desconfortos se ocorrerem machucados.

Faz mal para a saúde da pele
Mito

Se, tanto antes quanto depois da raspagem dos pelos, todos os cuidados forem tomados, não há risco nenhum para a pele, afirmam as profissionais.

A lâmina pode ser guardada no box do banheiro
Mito

Pelo contrário, a umidade presente no box do banheiro pode favorecer a proliferação de fungos e bactérias nas lâminas. Por isso, o ideal é guardar o instrumento em um lugar arejado e seco e protegê-lo com uma capa ou embalagem correta.

Uma única lâmina dura meses
Mito

A durabilidade de uma lâmina depende de vários fatores, como a sua qualidade, frequência de uso, espessura dos pelos, partes do corpo em que é passada, a forma como é manuseada e precauções com higiene e conservação. "A indicação geral é trocar após cerca de 5 a 7 usos", orienta a dermatologista.

Fonte: Boa Forma

Tags:   Depilação com lâmina
publicidade