Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 14/05/2019 às 10h54min

STJ julga nesta terça habeas corpus que pode libertar Temer

Expectativa é de que o colegiado aceite o pedido; ministros ouvidos afirmaram que não haveria fundamento suficiente para justificar detenção.
compartilha nas redes sociais:
Rafael Moraes Moura, com colaboração de Pepita Ortega e Luiz

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) analisa nesta terça-feira, 14, pedido de liberdade apresentado pelo ex-presidente Michel Temer, que está preso em caráter preventivo desde quinta-feira passada em São Paulo. A expectativa é de que o colegiado aceite o pedido. Ministros ouvidos pela reportagem afirmaram que não haveria fundamento suficiente para justificar a detenção do emedebista e que a sua liberdade não representaria uma ameaça às investigações.

Michel Temer no Palácio da Alvorada, em Brasília 06/12/2018 REUTERS/Adriano Machado
Michel Temer no Palácio da Alvorada, em Brasília 06/12/2018 REUTERS/Adriano Machado

A Sexta Turma é considerada mais "garantista" e menos "linha dura" que a Quinta Turma do STJ, que manteve a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá, mas reduziu sua pena de 12 anos e 1 mês de prisão para 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão.

Temer foi preso pela primeira vez em março, durante a Operação Descontaminação, desdobramento da Lava Jato no Rio, que investiga desvios nas obras da usina nuclear de Angra 3. As investigações atribuem a ele o papel de líder de organização criminosa que teria desviado, em 30 anos de atuação, pelo menos R$ 1,8 bilhão.

Ele foi solto quatro dias depois, mas voltou à prisão na semana passada, após o Tribunal Regional Federal da 2.ª Região derrubar uma liminar que o mantinha em liberdade.

Na tarde desta segunda-feira, 13, Temer foi transferido da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo para o Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar, na região central da cidade, onde passará a ocupar uma sala especial destinada a autoridades. A transferência foi autorizada pela juíza Caroline Figueiredo, da 7.ª Vara Criminal Federal do Rio.

Inicialmente, a magistrada tinha determinado que o emedebista ficasse preso em uma sede da Polícia Federal, mas a corporação informou que não tinha um espaço adequado para mantê-lo em São Paulo.

Estrutura

O colegiado que julgará Temer é composto pelos ministros Nefi Cordeiro (presidente da Sexta Turma), Antonio Saldanha (relator do caso), Rogério Schietti, Laurita Vaz e Sebastião Reis Júnior - este se declarou impedido de julgar o pedido de liberdade do emedebista. Como só votarão quatro ministros, se houver empate, prevalece o resultado a favor do réu.

Para a cobertura do julgamento de Temer, o STJ montou uma estrutura especial similar à adotada quando a Corte analisou recurso Lula, no mês passado. A sessão será transmitida ao vivo - um procedimento incomum no tribunal - no canal do STJ no YouTube e serão distribuídas até 40 senhas para jornalistas acompanharem a sessão.

Para a defesa do ex-presidente, o emedebista está sendo acusado com "base em conjecturas", sem nenhuma indicação de fato concreto, a partir de palavras de delator. "O que está comprovado, portanto, é que se usa a prisão preventiva como antecipação de pena, cuja imposição já está determinada, faltante apenas a dosimetria dela", sustentam os advogados de Temer em manifestação enviada ao STJ. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Es-presidente Michel Temer

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíTICA GERAL

Família divulga horário e local do velório do ex-vereador Willian

Família divulga horário e local do velório do ex-vereador Willian

Teixeira Asfaltada: Moradores da Rua Doutor José André da Cruz aprovam início do asfaltamento

Teixeira Asfaltada: Moradores da Rua Doutor José André da Cruz aprovam início do asfaltamento

Homem é executado a tiros dentro de bar no São Lourenço

Homem é executado a tiros dentro de bar no São Lourenço

Prefeitura Municipal de Vereda realiza construção de barragem no distrito de Sulzinho

Prefeitura Municipal de Vereda realiza construção de barragem no distrito de Sulzinho

Últimas publicações