Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 21/05/2019 às 10h03min

Projeto de Mandiocultura fortalece Produtor Rural em Ibirapuã

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola / Ascom

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente do Município de Ibirapuã- SEAMA realizou uma visita técnica em uma área de experimento de mandioca (maniveiro) do município. A visita contou com a presença da equipe técnica do Banco do Nordeste, do PAT (Plano de Ação Territorial), do Técnico Agrícola do município, do Secretário de Agricultura e Meio Ambiente e também do produtor rural Zenivaldo Moura Tavares.

A equipe técnica avaliou o comportamento das variedades de mandioca testadas no maniveiro, que são: Platino, Formosa e Sergipe. Ao todo foram plantadas cinco mil mudas em uma área específica, desde 30 de agosto do ano passado com o objetivo de testar a produção pelo período de 12 meses, onde após a aprovação, serão passadas aos produtores cadastrados no programa sem custo algum. Para garantir a produtividade os produtores que receberem as mudas reservam 80% das manivas na época da colheita para retornarem ao maniveiro com a finalidade de serem repassadas a novos produtores que irão integrar o programa.

Para Fabiana Lombo Ribeiro, coordenadora da Bahiater, esse é um projeto muito importante para o território. “O projeto PAT da mandiocultura no Extremo Sul hoje já é exemplo a nível de Estado e também a nível Nacional. A ideia é a expansão do projeto, para utilizar a matéria prima num todo, com a implantação de farinheiras sustentáveis e o uso da mandioca na bovinocultura com a fabricação de ração animal. De uma forma geral o objetivo é aumentar a produção com as farinheiras sustentáveis até o empacotamento, a comercialização e a valorização do produto final, alavancando assim a produção e o aumento da renda do produtor”. Diz Fabiana.

O projeto de mandiocultura abrange 11 cidades do Extremo Sul Baiano e surgiu através do Banco do Nordeste por meio do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter) em parceria com Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Embrapa Mandioca e Fruticultura, Instituto Biofábrica de Cacau e Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente dos Municípios.

O Banco do Nordeste, por meio do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter), tem fomentado a cultura da mandioca no Extremo Sul da Bahia. Conforme salientou a Agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, Araildes Martins Ribeiro. “O objetivo é aumentar a produtividade em 40% no período de quatro anos. Esse é um trabalho feito a várias mãos e cada um tem sua participação e também sua responsabilidade com o andamento do projeto. A partir do momento que nos colocamos e fazemos um trabalho sério como esse passamos a ser referência para outros, somos referência de trabalho em rede, ou seja, todo mundo junto, Banco do Nordeste, Prefeitura, Governo do Estado e Empresas parceiras”. Relatou Araildes e ainda parabenizou a Secretaria de Agricultura de Ibirapuã e também o Técnico Agrícola do município João Pinheiro pelo trabalho realizado no município.

No município de Ibirapuã o programa conta com um maniveiro onde são plantadas as mudas para testes e duas unidades demonstrativas que recebem as manivas já testadas, prontas para o cultivo, os produtores recebem treinamentos e são acompanhados pela equipe técnica desde a preparação do solo, o plantio da maniva, o espaçamento, até a colheita da mandioca.

A Fazenda Montes Claros, na região do Palmital, de propriedade de Dona Cislene Neves de Souza e do Sr. Manoel Rocha de Souza é a primeira unidade demonstrativa do município e também foi visitada pela equipe. “Fiz o espaçamento, fui plantando e depois joguei o calcário, e o resultado foi muito bom, plantei meia hectare e cheguei a colher 145 sacos de farinha com 50kg cada”. Diz o Sr. Manoel Rocha de Souza, empolgado e confiante nos resultados da próxima colheita.

O Secretário de Agricultura do município Vinícius Chácara diz que a implantação do projeto em Ibirapuã é motivo de orgulho e alegria, os resultados são visíveis e muito satisfatórios. “Pegamos um produtor desacreditado, saindo de um período grande de estiagem, e hoje com o projeto os produtores já enxergam a mandiocultura com outros olhos. Eu acredito na expansão do projeto no município, que vamos alcançar um número considerável de produtores e quem sabe até a implantação de uma unidade modelo aqui no município”. Relata o Secretário.

Para o prefeito Calixto Antônio Ribeiro investir em agricultura é fortalecer o homem do campo. “A zona urbana depende do homem do campo e o produtor merece nosso investimentos e atenção para melhores condições de trabalho”, concluiu Calixto.

Ibirapuã Projeto de Mandiocultuta Produtor rural

Veja também AGRICULTURA

Imagens fortes - Homem com ferida sendo devorada por bichos recebeu atendimento, garante Diretoria da Clínica de Nova Viçosa

Imagens fortes - Homem com ferida sendo devorada por bichos recebeu atendimento, garante Diretoria da Clínica de Nova Viçosa

Começa hoje na França a 8ª Copa do Mundo de Futebol Feminino

Começa hoje na França a 8ª Copa do Mundo de Futebol Feminino

Contas do prefeito Silvio Ramalho de 2017 são aprovadas pelos vereadores

Contas do prefeito Silvio Ramalho de 2017 são aprovadas pelos vereadores

Brasil enfrenta a Austrália na segunda rodada da Copa feminina

Brasil enfrenta a Austrália na segunda rodada da Copa feminina

Últimas publicações