Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 31/10/2019 às 09h07min

'O senhor era menos promíscuo quando fazia filme pornô', diz Eduardo Bolsonaro a Frota em CPI

compartilha nas redes sociais:
Amanda Almeida

Eduardo Bolsonaro passa atrás de Alexandre Frota na CPI das Fake News - Foto: Daniel Marenco

Líder do PSL na Câmara, Eduardo Bolsonaro (SP) passou pela CPI das Fake News, nesta quarta-feira, para defender o presidente Jair Bolsonaro dos ataques do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), ex-aliado do seu pai. A passagem foi breve e, em vez de um bate-boca, como os colegas esperavam, os cinco minutos de Eduardo na comissão viraram piada.

Eduardo disse que estava lá apenas para dizer que é um "escárnio" a CPI ouvir o deputado. Ele completou que não perderia seu tempo assistindo ao colega e ex-aliado que, segundo ele, passou a campanha de 2018 "disputando" caronas com o então candidato Jair Bolsonaro.

— As pessoas têm aversão a esse tipo de conduta — disse Eduardo, em referência ao fato de Frota ser agora adversário de Bolsonaro.

Frota o encarou e tentou responder. Mas Eduardo continuou:

— Eu não tenho medo de cara feia. O senhor era menos promíscuo quando fazia filme pornô.

A provocação foi seguida de gargalhadas dos parlamentares presentes na comissão, inclusive de Frota, que rebateu:

— O senhor assistia muito. Eu sei que o senhor gosta.

Eduardo respondeu que "não", terminou sua breve fala, levantou e foi embora.

— Fala o que quer e sai, seu mimado — gritou Frota, sem resposta.

Bolsonaro o mandou 'calar a matraca' sobre Queiroz

Frota disse que foi cobrado pelo presidente Jair Bolsonaro a "ficar calado" depois de ter pedido a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O episódio ocorreu em fevereiro, em meio à denúncias do envolvimento de Queiroz e Flávio em esquema de "rachadinha" de salários na Assembleia Legislativa do Rio.

Frota diz que a "enquadrada" do presidente ocorreu depois de um discurso na Câmara em fevereiro. Segundo ele, o líder do PT, Paulo Pimenta (RS), havia feito um chamado no plenário: questionou se alguém do PSL pediria a prisão de Queiroz. Frota relatou que "caiu" na provocação do colega e subiu à tribuna para pedir a prisão de Queiroz.

Segundo o deputado, pouco tempo depois, seu telefone tocou e era uma ligação de Jair Bolsonaro. Na chamada, diz o deputado, o presidente pediu para que ele ficasse "quieto", que não falasse sobre prisão para Queiroz. Ainda de acordo com Frota, em um evento no Planalto, depois desse episódio, Bolsonaro o puxou:

- E me disse: 'Frota, cala a matraca'.

A oposição pediu para que o sigilo telefônico de Frota seja quebrado. O objetivo é confirmar a ligação do presidente. Frota disse que não há problemas em disponibilizar a informação.

Antes, em sua apresentação, Frota também citou Queiroz, para dizer que há uma "farra de cargos" no governo federal:

- Essa milícia virtual existe, está clara e é de conhecimento nacional e da maioria que quer enxergar o que vem acontecendo. São responsáveis por muitos problemas que acontecem, com suas ideologias, indicações de cargos, fomento da raiva e do ódio. Ministros, secretários e assessores indicados no que eu posso chamar hoje "a farra do cargo". A farra dos cargos é extensa: para vocês verem, até o Queiroz reapareceu com 500 carguinhos de 20 mil contos – 20 mil contos cada – e ainda falou: 'Pode indicar para qualquer comissão'. Ora, se isso não é uma confissão, isso é o quê?

CPI das Fake News

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíTICA GERAL

Jovem sequestrado em Teixeira é encontrado morto com sinais de tortura próximo a assentamento no Prado

Jovem sequestrado em Teixeira é encontrado morto com sinais de tortura próximo a assentamento no Prado

Eleitor que estava fora do país no dia da eleição pode justificar ausência às urnas pela internet

Eleitor que estava fora do país no dia da eleição pode justificar ausência às urnas pela internet

Motorista fica preso nas ferragens após sofrer acidente na BR 101, veja vídeo

Motorista fica preso nas ferragens após sofrer acidente na BR 101, veja vídeo

Lajedão pode deixar de ser cidade e passar a ser distrito

Lajedão pode deixar de ser cidade e passar a ser distrito

Últimas publicações