Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 22/02/2019 às 21h29min

Moradores de Vereda recebem orientação sobre funcionamento do Colégio Militar

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola

Uma reunião na Câmara de Vereadores na manhã desta sexta-feira, 22 de fevereiro, com a participação do prefeito, Dinoel Carvalho, da Secretária de Educação, Geane de Oliveira Amaral, do vice-prefeito Flávio Borges, e do capitão Flávio Alberto Nini, e moradores da cidade, teve o objetivo de esclarecer sobe a implantação do Colégio da Polícia Militar (CPM) e como serão as regras disciplinares dos alunos.

Segundo o prefeito Dinoel Carvalho (PR), as instalações do Colégio Aurino da Silva Nonato, pertencem ao estado, e estava precisando de reformas, coisa que não se fazia há muito tempo. Para atender os padrões do CPM, a estrutura foi toda reformada, obra feita pela prefeitura. Todas as salas serão climatizadas para receber os alunos.

Iara Silveira, mãe de três filhos, disse não conhecer bem o projeto mais vê com muita expectativa a chegada de um colégio militar na cidade. Ainda segundo Iara, a disciplina diferenciada pode resgatar valores familiares e sociais esquecidos entre os jovens que saem da escola mais preparados para enfrentar os desafios futuros.

O prefeito Dinoel, falou que, a implantação de uma escola nos moldes do CPM é um presente para o município que passa a contar com uma disciplina diferenciada e por isso, ele, mesmo com a crise financeira que as prefeituras estão enfrentando, está doando todo o uniforme, desde a roupa até o sapato e o corte de cabelo dos anos “o sacrifício vale a pena, vemos a chance de resgata em nossos jovens valores esquecidos como boas maneira e civismo.

Flávio- Vice prefeito, Dinoel- prefeito e Capitão Flávio Alberto Nini

O vice- prefeito Flavio Sampaio, será um dos tutores dos 150 alunos que vão compor o CPM, e, para ele que é militar, a chegada do Colégio da Polícia Militar, traz esperança de novos dias para os jovens e as famílias do estudantes que vão contar com uma disciplina diferenciada para formação de cidadãos preparados para enfrentar os desafios futuros.

Com o auditório da Câmara lotado, o capitão, Flávio Alberto Nini, facilitador do projeto, explicou como funciona um Colégio Militar e as disciplinas que os alunos terão que cumprir. Nini falou que não são tolerados atrasos, ao chegar os alunos ficarão perfilados e terão que cantar o hino nacional, também não pode sair da sala sem pedir licença, alguns costumes que andam esquecidos entre os jovens. Depois da explanação, o capitão pediu o apoio do pais para que o projeto possa dar certo.

 Ao final do evento foi distribuído aos pais um termo de compromisso para ser assinado dando conhecimento do programa educacional que será implementado a parir da próxima segunda-feira, 25 de fevereiro.


Pref. Dinoel e Secretária de Educação, Geane de Oliveira Amaral

Vereda reunião Câmara CPM

Veja também EDUCAçãO

Adolescentes com depressão: familiares têm  papel fundamental no combate à doença

Adolescentes com depressão: familiares têm papel fundamental no combate à doença

Cortador de cana tira a própria vida por enforcamento em Ibirapuã

Cortador de cana tira a própria vida por enforcamento em Ibirapuã

Governo anunciará novos bloqueios no Orçamento na quarta

Governo anunciará novos bloqueios no Orçamento na quarta

Suzano investe R$ 1,4 bilhão no primeiro trimestre

Suzano investe R$ 1,4 bilhão no primeiro trimestre

Últimas publicações