Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 25/04/2019 às 19h41min

Homem que matou companheira em Teixeira de Freitas e falsificou atestado de óbito é preso no Espírito Santo.

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola


A Polícia Civil do Espirito Santo, prendeu nesta quinta-feira, 25 de abril, André Santos Silva, de 33 anos, acusado de matar a sua companheira Letícia Ferreira Nascimento, de 29 anos, no dia 08 de março em Teixeira de Freitas. 

Segundo Laudo do Departamento de Polícia Técnica, o corpo de Letícia apresentava lesões externas e internas, traumatismo de vários órgãos do corpo da vítima 

André e Letícia estavam morando há poucos dias em Teixeira de Freitas, em uma casa alugada no bairro Nova Teixeira e no dia de sua morte, o acusado pediu ajuda ao seu senhorio para levar a esposa a UPA, pois a mesma estava passando mal.

Letícia foi levada até a UPA foi medicada e voltou para sua casa. Naquela mesma noite por volta das 23 horas, André voltou a pedir ajuda para levar a esposa ao médico, a mesma estava novamente passando mal, ela já chegou sem vida a unidade de saúde.

Assim que a polícia tomou conhecimento do fato André foi ouvido pela polícia e relatou a seguinte história. Segundo ele, havia a suspeita de que Letícia estava grávida e a levou a UMMI, ele também relatou que ela havia sido agredida por três desconhecidas na Praça da Bíblia, no Centro da cidade.

Resumo dos fatos: Em 08/03/2019, por volta das 17h, chegou ao conhecimento da equipe de plantão da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia, informe de André Santos Silva sobre o falecimento de sua companheira Letícia Ferreira dos Santos, às 16h daquele dia.  Neste relato, André declarou que suspeitava que sua companheira estava grávida 

Como a história de André não convenceu o fato foi repassado para a DEAM de Teixeira de Freitas. Após investigação, e como as informações não eram conclusivas, e devido aos modus operandi do suspeito, as circunstâncias do fato, como a apresentação de atestado de óbito falso de Letícia foi enviado para a família dela, via Whatsapp, indicando que ele queria maquiar o motivo da morte da companheira, a Delegada Katia Cielber Guimarães, da Delegacia da Mulher de Teixeira de Freitas,   pediu a Prisão Preventiva do suspeito.

O pedido de Prisão Preventiva de André foi acatado pelo Poder Judiciário do estado da Bahia, através da juíza de direito Adriana Tavares Lira, da Vara de Execuções Penais de Teixeira de Freitas.

Assim que soube da morte de Letícia, o pai dela e uma tia vieram a Teixeira de Freitas e com autorização da justiça removeram o corpo da vítima do cemitério local e o levaram para ser sepultado em Martelândia- MG, onde mora pare da família.

E na manhã desta quinta-feira (25), a Polícia Civil da 8ª Coorpin foi informada pela Polícia Civil do Espírito Santo, a prisão de André. O acusado deu entrada no Centro de Triagem de Vianna (ES). Após procedimentos de praxe André será recambiado para a cidade de Teixeira de Freitas onde ficará a disposição da Justiça. André deve responder por crime passional.

Prisão assassino Letícia Espirito Santo

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também POLíTICA GERAL

Prefeito Temóteo Brito assina decreto que libera o funcionamento das empresas em datas comemorativas

Prefeito Temóteo Brito assina decreto que libera o funcionamento das empresas em datas comemorativas

Produtores de café Conilon adquirem conhecimento durante o Dia de Campo

Produtores de café Conilon adquirem conhecimento durante o Dia de Campo

Alcobaça em festa no mês de agosto

Alcobaça em festa no mês de agosto

Como combinar camisa social com calça jeans

Como combinar camisa social com calça jeans

Últimas publicações