Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 13/01/2019 às 19h00min

Festa dos Mouros e Cristãos começa com Puxada do Mastro em Rancho Alegre

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola

A tradicional Festa dos Mouros e Cristãos faz parte do calendário cultural de muitas cidades do país, e em nossa região, esta festa que data do Século VI é mantida nas cidades de Nova Viçosa, Prado, Alcobaça e Caravelas.


Cultuada principalmente por descendentes africanos, a Festa Mouro e Cristãos, segundo registros é baseada na história de Carlos Magno, guerreiro cristão que lutou contra os sarracenos de religião islâmica para defender o território. Ao perderem a batalha, os Mouros aceitaram o batismo e se converteram ao cristianismo.


Em Caravelas a festa começa com a tradicional “Puxada do Mastro” e tem participação de outras comunidades circunvizinhas, na maioria quilombolas que mandam seus guerreiros para a luta entre Mouros e Cristãos.


Depois de percorrer várias ruas do município, o mastro com a bandeira é fincado na Praça da Igreja, onde vai ficar até o final da festa quando um dos grupos vence a batalha e conquista a bandeira. 


O encerramento da festa acontece nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro em Rancho Alegre com atrações musicais, barracas com comidas e bebidas típicas e a grande batalha entre Mouros e Cristãos da Rancho Alegre e de outras comunidades como Helvécia, Posto da Mata, Vila Juazeiro, Juerana, Bela Vista, Portela, Volta Miúda e Teixeira de Freitas.


O capitão e um dos organizadores da festa, Benedito Zacarias, de 39 anos, há 22 anos entre os organizadores, disse que é preciso manter a tradição que vem ao longo dos anos, pois se a festa acabar traz prejuízos para a comunidade, tanto cultural como financeiro.

A festa é uma tradição familiar e participam jovens e idosos como é o caso dos amigos; Antônio Novais, (bandeirista), José Luiz Nascimento Maia (embaixador) e os espingardeiros Gilson da Cruz  Deolino e Gabriel Avelino Onofre.


“Não é fácil dá continuidade a uma tradição que vem de longe, eu comecei quando tinha 14 anos, agora com o apoio que o prefeito Sílvio Ramalho tem dado a nossa cultura e nossas tradições, vejo que a cada ano ela vem crescendo”, disse o Sr. Ezeli Florêncio, de 80 anos.

“Hoje começamos às 8 da manhã com a caminhada com o mastro que foi entregue na Igreja e a sequência é a parte profana que envolve as batucadas, as danças e as tradicionais celebrações. Gosto de participar e estar presente, assim como o secretário de cultura que busca manter essas tradições. Nos quatro cantos do município tem essas celebrações, algumas diferentes, mesmo assim estamos buscando o resgate de um município que é rico e forte nessas tradições culturais”. Relatou o prefeito Sílvio Ramalho.

Após o levantamento do mastro, os participantes da caminhada pareciam não sentir os efeitos do calor e do cansaço e caíram no samba de roda. 

R. Alegre Mouros Cristãos puxada do mastro

Veja também CULTURA

Quarto suspeito de praticar estupro coletivo contra menina de 13 anos em Itaguaí se entrega

Quarto suspeito de praticar estupro coletivo contra menina de 13 anos em Itaguaí se entrega

Bolsonaro estuda acabar com o horário de verão

Bolsonaro estuda acabar com o horário de verão

Mega-Sena acumula e vai pagar R$ 60 milhões no sábado

Mega-Sena acumula e vai pagar R$ 60 milhões no sábado

Operação Three Hills investiga fraudes em licitações em município baiano

Operação Three Hills investiga fraudes em licitações em município baiano

Últimas publicações