Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 09/10/2019 às 15h54min

Anástácio Carvalho vai a Brasília pedir celeridade na obra inacabada da UPA que será transformada no Hospital de Posto da Mata

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola/Ascom


Em viagem a Brasília o Vereador Anastácio Carvalho Machado (DEM), presidente da Câmara de Nova Viçosa pediu celeridade ao assessor especial do Ministério da Saúde (MS), ex-deputado José Carlos Aleluia, para o processo que permitirá alterações nas obras de uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA, para abrigar o hospital do município.

O Município de Nova Viçosa solicitou por meio de ofício ao Ministério da Saúde, autorização para readequar o prédio da UPA, em construção no bairro Cidade Alta em Posto de Mata, para funcionamento como Hospital Geral. A obra está paralisada desde o ano 2014. A solicitação se deu devido à queda de receita do município, que já paga aluguel do prédio onde funciona o Hospital Municipal. Se finalizada como UPA, o município não teria condições financeiras de manter o funcionamento dos dois equipamentos de saúde.

A partir de discussões na Câmara de Vereadores, foi proposto ao prefeito Manoel Costa Almeida (Manoelzinho – DEM), a formulação do pedido de readequação. O vereador Anastácio Carvalho Machado informou que “cumprindo seu papel fiscalizador, os vereadores discutiram o estágio da obra e sua finalidade e chegamos à conclusão de que finalizá-la como hospital seria o mais adequado para beneficiar os munícipes e ainda economizar o aluguel do prédio onde funciona atualmente o Hospital Municipal, a partir daí, como presidente, levei a sugestão ao prefeito”, disse.

Na justificativa do pedido de readequação o secretário de Saúde Manoel Mecias Fontes Silva, solicitou a uma resolução do MS e destacou que o custo operacional de uma UPA pode chegar a RS 450.000,00, valor acima da capacidade financeira do Fundo Municipal de saúde e informou também que com a readequação serão construídos como anexos o Centro Cirúrgico e o Centro Obstétrico e outros que se juntarão aos 55 leitos do projeto inicial.

O valor total do convênio para a construção da UPA é de R$ 2,2 milhões, já tendo sido liberado R$1,98 milhão. O saldo em caixa é de R$ 168.000,00. A obra teve início na gestão do então prefeito Márvio Lavour Mendes, mas não fui concluída por ter o mandato interrompido em julho de 2016. Como os recursos disponíveis não são suficientes para a conclusão da obra e a compra dos equipamentos, o prefeito Manoelzinho solicitou uma perícia judicial para avaliação da edificação, e o município vai arcar com os valores que faltam para a finalização da obra.

A readequação do prédio da UPA para o Hospital Geral de Nova Viçosa permitirá a realocação dos equipamentos que hoje funcionam no Hospital Municipal e a instalação de outros novos, já em poder do município, resultados de emendas parlamentares. Acompanharam o presidente á Brasília os vereadores João Farias (DEM) e Edimilson Riberio (PV).

Anastácio Brasília UPA Hospital P. da Mata

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também SAúDE GERAL

O anticoncepcional pode me deixar mais ansiosa?

O anticoncepcional pode me deixar mais ansiosa?

Teixeira Asfaltada: Moradores da Rua Doutor José André da Cruz aprovam início do asfaltamento

Teixeira Asfaltada: Moradores da Rua Doutor José André da Cruz aprovam início do asfaltamento

Ações coordenadas e estratégicas garantem praias limpas e lindas em Caravelas

Ações coordenadas e estratégicas garantem praias limpas e lindas em Caravelas

Professor da UFSB realiza testes com barreiras de contenção em praias de Caravelas afetadas pelo óleo

Professor da UFSB realiza testes com barreiras de contenção em praias de Caravelas afetadas pelo óleo

Últimas publicações