Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 08/04/2018 às 21h23min

Vereador Joris Bento emite nota nas redes sociais falando sobre ocorrência policial e nega ter ameaçado a ex-mulher

compartilha nas redes sociais:
Fernanda Silva / Bahiaextremosul

O vereador Joris Bento Xavier, do PTC (Partido Trabalhista Cristão) emitiu uma nota nas redes sociais, negando que tenha ameaçado a ex-mulher.

Veja a nota divulgada pelo vereador

Olá amigos e amigas, é lastimável vim a público poder esclarecer uma questão pessoal, de vida íntima, e que envolve uma família constituída há 12 anos. Primeiramente, quero aqui prezar pela minha filha, um dos presentes mais valiosos que a vida me ofertou. Antes de mais nada, quero aqui esclarecer uma reportagem ao qual Mábya Carmo Xavier, que ainda carrega o meu sobrenome "Xavier", pois a mesma permanece casa civilmente e litigiosamente comigo relatou por meio de um boletim de ocorrência na Polícia Civil. A verdades dos fatos é que a comunicante estava vivendo comigo e mantendo um relacionamento extraconjugal. Há tempos já desconfiava, mas nada poderia ser feito sem provas concretas. Após uma discussão de casal, a mesma decidiu ficar dormindo em Teixeira não sendo na casa de nenhum parente a minha desconfiança aumentou e passei a investigar. Na quarta-Feira sentamos para conversar sobre o nosso casamento, e ali foi decidido que não poderia jogar fora 12 anos de convivência, porque temos uma filha e uma história. Decidido pelos dois de que não havia separação, encerramos a proposta do divórcio que havíamos conversado inicialmente. Como de costume continuamos as trocas de mensagens e conversas por telefone. Na sexta-feira, muito cansado e saindo de uma reunião com o vice-prefeito, resolvi passar no local aonde a mesma estava ficando. Foi quando tive a plena certeza que a mesma estava mantendo um caso com outro. Ao me deparar naquela situação fiquei muito nervoso, solicitei que a mesma abrisse a casa, mas ela não abriu, então liguei para os pais dela para que eles pudessem ser testemunhas do que estava presenciando. Logo após a chegada dos pais, ela abriu a porta para que apenas a mãe pudesse entrar. Não tive acesso a casa, portanto não houve agressão física. Relatado pela mãe da mesma de que de fato havia a presença de um homem dentro do quarto, o mesmo com sua presença não quis sair. Muito decepcionada, e envergonhada com a atitude da filha, a mãe decidiu retornar comigo para casa no mesmo carro, portanto, a mãe é testemunha de que não houve ameaça de minha parte a sua filha. Por fim, como profissional formado no Jornalismo, penso que qualquer profissional dessa área tem que escutar ambas as partes, ser imparcial nos fatos que apresenta e não tendenciar para um lado por apenas se tratar de uma figura pública. Esse fato pessoal não muda a minha relação com os meus eleitores que me confiaram uma oportunidade no legislativo, vou continuar cumprindo o meu papel, serei a mesma pessoa que sempre fui comprometida com as minhas obrigações.

Tx. de Freitas Joris Bento Vereador

Veja também CATEGORIA GERAL

Ministro Gilmar Mendes suspende cassação do governador do Tocantins

Ministro Gilmar Mendes suspende cassação do governador do Tocantins

Três médicos e um policial morrem em queda de helicóptero

Três médicos e um policial morrem em queda de helicóptero

Academia Canto em Trancoso abre oportunidades para jovens cantores brasileiros

Academia Canto em Trancoso abre oportunidades para jovens cantores brasileiros

Teixeira de Freitas registra dois homicídios na tarde deste sábado

Teixeira de Freitas registra dois homicídios na tarde deste sábado

Últimas publicações