Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 01/11/2018 às 10h11min

Teixeira sedia Programa Ambiente Florestal Sustentável; autoridades e representantes das principais empresas de base florestal, compareceram

compartilha nas redes sociais:
Kátia Armini

Produtores, secretários da pasta de agricultura e meio ambiente de municípios do Extremo Sul da Bahia, professores universitários e diretorias de diversas empresas de base florestal compareceram, na manhã desta quarta-feira (31), ao auditório da CEPLAC em Teixeira de Freitas para mais uma Reunião da Comissão Técnica Regional (CTR) do Programa Ambiente Florestal Sustentável.

O evento é uma iniciativa da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF) com a ADAB e vem ganhado força e credibilidade desde sua primeira reunião que teve, por finalidade, definir o plano de manejo para efetivo controle da Lagarta Parda, através de defensivos biológicos, visando preservar o ecossistema local.

A abertura da reunião foi feita pelo coordenador do evento, Epaminondas Júnior (ADAB/Eunápolis) que solicitou a leitura da pauta e, posteriormente, passou a palavra para o Diretor-Executivo da ABAF, Wilson Andrade que dissertou sobre o avanço e evolução do Programa Ambiente Florestal Sustentável, no decorrer do tempo, e os benefícios sociais e econômicos que podem ser potencializados a partir da progressão desta iniciativa.

Ainda de acordo com o Diretor-executivo, pelo menos “5.500 pessoas da base do agronegócio na região, já foram treinadas e estão capacitadas a respeito dos itens que o Programa trabalha”.

Um dos temas abordados na reunião e que mais chamou a atenção dos presentes foi a proposta da criação de um Polo Madeireiro. Hoje, cerca de 80% de toda madeira consumida do Estado vem de outras regiões, mas poderia ser produzida no próprio estado gerando riqueza para os baianos. Toda a cadeia produtiva em torno dessa matéria prima se beneficiaria inclusive os pequenos e médios produtores e processadores de madeira gerando emprego, renda, impostos e demanda por produtos e serviços.

Estiveram representadas, as principais Empresas de Base Florestal, entre elas a Caravelas Florestal, Fíbria, Suzano Papel e Celulose, Veracel e Locasérvice.

Esta foi a 8ª reunião do Programa que, a princípio, foi chamado de Programa Fitossanitário de Controle da Lagarta Parda no Estado da Bahia. O lançamento aconteceu no dia 02 de outubro de 2015 com a participação da Secretaria da Agricultura (Seagri-BA), Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF).

Na ocasião, o seminário reuniu mais de 170 pessoas, no Salão de Leilões (Tartesal) do Parque de Exposições de Teixeira de Freitas (BA).

O que começou como um esforço conjunto na intenção de controlar a Lagarta Parda, evoluiu e hoje o PAFS vem trabalhando diversos outros temas como, por exemplo, o uso Múltiplo da Floresta Plantada; a regulamentação Ambiental das Propriedades Rurais; Integração Lavoura, Pecuária e Floresta /Agricultura de Baixo Carbono; Preservação dos Recursos Hídricos; Prevenção e Controle de Incêndios Florestais; Controle de Gado nas Áreas de Preservação; Combate ao Carvão Ilegal e Programa Fitossanitário de Controle de Pragas.

Programa Ambiente Florestal Sustentável Tx. de Freitas Base Florestal

Veja também MEIO AMBIENTE

Justiça proíbe apreensão de veículos com IPVA atrasado em Salvador

Justiça proíbe apreensão de veículos com IPVA atrasado em Salvador

Comitê Gestor do Fies aprova resolução que permitirá renegociar dívidas dos estudantes

Comitê Gestor do Fies aprova resolução que permitirá renegociar dívidas dos estudantes

Alcobaça vai inaugurar reformas e requalificação do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO)

Alcobaça vai inaugurar reformas e requalificação do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO)

Acusado de matar companheira em Medeiros Neto é condenado a 11 anos e 3 meses de prisão

Acusado de matar companheira em Medeiros Neto é condenado a 11 anos e 3 meses de prisão

Últimas publicações