Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 15/09/2018 às 08h16min

Peça teatral da PM leva conscientização sobre uso de drogas para estudantes

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola / Secom

Nesta sexta-feira (14), o Grupo de Teatro da Polícia Militar da Bahia (PMBA) realizou a apresentação do espetáculo ‘Labirinto’ para 1,2 mil alunos das redes estadual e municipal de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O teatro do Sest Senat ficou lotado durante as quatro sessões. No palco, 15 policiais deram vida a personagens que utilizam a linguagem do dia a dia para promover ações de combate e conscientização sobre o uso de drogas. A peça foi montada há um mês e marca a comemoração dos 20 anos do grupo de teatro da corporação. 


O projeto faz parte da Seção de Artes do Departamento de Comunicação Social da PM. A primeira peça do grupo, formado exclusivamente por policiais, foi montada em 1998. Ao longo desses anos, a iniciativa já alcançou a marca de um milhão de espectadores. 


“O que nós fazemos é levar arte para crianças e adolescentes, sempre acreditando que por meio da arte é possível socializar, ressocializar e sensibilizar a população para os assuntos afins, relacionados à esfera da segurança pública. E acima de tudo, estreitar um canal de comunicação entre a Polícia Militar e a sociedade”, explica o capitão Elton Santana, coordenador do grupo. 


Ação preventiva 


Referência dentro e fora do Brasil, o grupo já montou 46 peças teatrais, com apresentações nos Estados Unidos, África do Sul e Inglaterra, e tornou-se inspiração para os estados do Pará, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Sul, que implantaram ações semelhantes na área de segurança pública. 


“Cada um dos policiais do grupo entende que o projeto faz parte das ações preventivas da instituição. Nosso foco principal é oferecer uma base de sustentação para a tomada de decisão da juventude. Estamos sempre prontos para levar essa discussão tão necessária para os dias de hoje às escolas públicas e particulares e qualquer local que nos convide”, acrescenta o capitão. 


Na Polícia Militar desde 1998, a cabo Andreia Ieda está há 16 anos no grupo teatral. Para ela, “é um trabalho magnífico e muito satisfatório. Nunca imaginei que dentro da Polícia Militar eu teria a oportunidade de fazer arte para conscientizar a nossa juventude”. 


Patrulha do Bem


Além do teatro, os policiais realizam há três anos o projeto social Patrulha do Bem, em que utilizam o período de folga para levar entretenimento, música e arte ao público atendido por instituições filantrópicas. 


A ação também estimula a solidariedade e está aberta a receber doações de voluntários. Mais informações podem ser obtidas no e-mail dcs.artes@pm.ba.gov.br.

Fotos: Elói Corrêa/GOVBA

Bahia teatro estudantes PM drogas

Veja também EDUCAçãO

Brasil ganha nos acréscimos da Argentina por 1x0

Brasil ganha nos acréscimos da Argentina por 1x0

Angelina Jolie estaria pesando 33 quilos, segundo revista

Angelina Jolie estaria pesando 33 quilos, segundo revista

Tiros -Dois homens são baleados no Nova América em Teixeira de Freitas

Tiros -Dois homens são baleados no Nova América em Teixeira de Freitas

5 dicas para quem quer começar a trabalhar como freelancer

5 dicas para quem quer começar a trabalhar como freelancer

Últimas publicações