Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 17/10/2018 às 15h55min

Outubro Rosa: exercícios físicos e alimentação na prevenção do câncer de mama

Além das causas genéticas e de fatores de risco, como a idade, alguns hábitos adotados por mulheres podem influenciar o surgimento da doença.
compartilha nas redes sociais:
SportLife

Você sabia que exercícios e alimentação podem prevenir câncer de mama? Apesar de existirem fatores de risco, como genética, histórico familiar, menstruação precoce, menopausa tardia e idade, a relação entre os hábitos e o desenvolvimento da doença é comprovado. Conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), até 80 % dos casos de câncer estão relacionados ao estilo de vida das mulheres. 

Outubro Rosa: exercícios físicos e alimentação na prevenção do câncer de mama
Outubro Rosa: exercícios físicos e alimentação na prevenção do câncer de mama
Foto: Reprodução/Pexels / Sport Life

"Algumas decisões cotidianas, tais como praticar atividade física, manter um peso adequado à altura, ser mãe antes dos 30 anos, amamentar e ingerir bebida alcoólica moderadamente, podem atuar em benefício da mulher. Além disso, é fundamental para a prevenção do tumor de mama se alimentar com produtos de boa qualidade, evitando comidas industrializadas", afirma a ginecologista e mastologista Juliana Pierobon, da Altacasa, clínica médica localizada na cidade de São Paulo.

Exercícios e alimentação podem prevenir câncer de mama

"Uma dieta saudável, com pouca gordura, além de muitas verduras e legumes, está relacionada à redução do risco de câncer em geral. Comer bem também evita o ganho de peso, o que está diretamente relacionado à possibilidade de desenvolver o câncer de mama. Mulheres obesas ou com sobrepeso têm mais chances de ter tumores malignos na mama ao longo da vida", explica Juliana.

De acordo com a especialista, uma pesquisa divulgada pelo Journal of Cancer Survivorship (revista acadêmica que aborda o tema da superação do câncer) comprovou que a prática de atividade física por pelo menos 150 minutos semanais pode reduzir novos casos de câncer a volta da doença em pacientes que já se submeteram ou que estão em tratamento oncológico.

Para incluir no cardápio

  • Fotos: Reprodução/ Pixabay e Pexels
    Fotos: Reprodução/ Pixabay e Pexels
    Foto: Sport Life

  • Peixes (atum, salmão, sardinha);
  • Brócolis, couve, repolho;
  • Frutas (cinco porções diferentes por dia);
  • Fibras solúveis (encontradas principalmente na aveia e em frutas como abacate, pera e banana);
  • Evite: carne vermelha e alimentos ricos em gordura.

Mamografia

Juliana reforça a necessidade de exames periódicos de mamografia  por mulheres com mais de 40 anos. "Essa análise pode detectar a existência de tumores que, em muitos casos, não são percebidos durante o autoexame. É o caso, por exemplo, do carcinoma oculto de mama", pontua;

Segundo a especialista, o carcinoma oculto da mama é uma forma rara de câncer de mama caracterizado por sua apresentação inicial com metástases nos linfonodos axilares. "Pode não ser descoberto inicialmente no autoexame da mulher ou mesmo pelo médico ginecologista por acometer especificamente as axilas, e não as mamas.  Muitas vezes, a lesão é tão incipiente que somente pode ser detectada com a realização de mamografia, ultrassom de mama e ressonância magnética. A biópsia do linfonodo axilar confirma o diagnóstico de células mamárias cancerosas", explica.

Conheça suas mamas!

A ginecologista e mastologista alerta que, mais do que o autoexame das mamas, as mulheres precisam desenvolver o que vem sendo chamado como breast awereness, ou seja, o autoconhecimento das mamas. Não se esqueça de dar atenção à área das axilas!

Conforme a especialista, alguns pontos a serem observados sobre os próprios seios são:

- Tamanho

- Se têm algum relevo palpável

- Alterações na pele

- Áreas de abaulamento (o chamado "aspecto de casca de laranja")

- Modificações como áreas de vermelhidão

- Mudança no aspecto do mamilo

- Nódulos e feridas na pele

"Percebendo qualquer mudança, procure imediatamente um ginecologista ou mastologia. Quanto mais cedo, melhor", conclui Juliana.

  • O Outubro Rosa é uma campanha de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta para 56 mil novos casos no Brasil a cada ano da forma maligna. Por isso, procure regulamente um ginecologista e um mastologista, principalmente após os 40 anos.
Prevenção do câncer de mama Alimentação Exercícios

Veja também MULHER

Grávida de gêmeos é esfaqueada pelo marido e bebês morrem

Grávida de gêmeos é esfaqueada pelo marido e bebês morrem

Deputado: 'Já me livrei de 46 processos; só faltam 100'

Deputado: 'Já me livrei de 46 processos; só faltam 100'

Demi Lovato deixa clínica de reabilitação após três meses

Demi Lovato deixa clínica de reabilitação após três meses

Mucuri- Moradores revoltados falam da má administração do prefeito Carlos Simões

Mucuri- Moradores revoltados falam da má administração do prefeito Carlos Simões

Últimas publicações