Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 03/04/2018 às 18h53min

Lutador de MMA é assassinado na frente de esposa e filho

Adriano 'Mamute', de 29 anos, foi assassinado no distrito de Outeiro, em Belém, no Pará, na madrugada desta terça-feira (3); lutador estava em casa no momento do crime
compartilha nas redes sociais:
Tatame

Profissional de MMA desde 2014, Adriano Sylberth Santana Pereira, de 29 anos, foi assassinado dentro de sua própria casa na madrugada desta terça-feira (3), no distrito de Outeiro, em Belém, no Pará. "Mamute", como era conhecido, morreu na frente da esposa e do filho. A Divisão de Homicídios investiga o crime.

Adriano "Mamute" tinha 29 anos e, além de lutador de MMA, também era eletricista naval (Foto: Divulgação)
Adriano "Mamute" tinha 29 anos e, além de lutador de MMA, também 
era eletricista naval - Foto: LANCE!

De acordo com informações da Polícia Civil, Adriano encontrava-se em sua residência quando, por volta de 23h30, bateram na porta dos fundos da casa. Ao abrir, Mamute foi pego de surpresa com a entrada de três homens, todos com camisas no rosto e armados. Ao perceber a ação suspeita, o lutador foi em disparada em direção ao quarto, onde estavam a esposa e o filho, de 9 anos. No entanto, foi perseguido pelos criminosos, que, ao entrarem no quarto, foram em direção a Adriano. A vítima teria pedido calma, mas foi atingido com um tiro no rosto. Ele caiu no chão ainda com vida.

Os assaltantes, então, pediram os aparelhos celulares de Adriano e da mulher. Todavia, quando estavam saindo da casa, perceberam que a o lutador ainda estava vivo e voltaram para aplicar golpes de faca no peito da vítima, que morreu ainda no local.

Além de sua vida dedicada ao MMA, Adriano tinha um emprego de eletricista naval, segundo a polícia. A Polícia Civil também revelou que Mamute não estava sendo alvo de ameaças que pudessem estar, de alguma forma, relacionadas ao crime.

Belém Pará MMA Lutador Assassinado

Veja também POLíCIA GERAL

Homem mata filho de 6 meses com um tiro no peito, após mulher recusar sexo, em GO

Homem mata filho de 6 meses com um tiro no peito, após mulher recusar sexo, em GO

Wesley Safadão perde contratos publicitários após barracos

Wesley Safadão perde contratos publicitários após barracos

Curso de corte e costura é oportunidade de trabalho e renda para mulheres de Itapebi

Curso de corte e costura é oportunidade de trabalho e renda para mulheres de Itapebi

Anvisa proíbe produto usado em remédios para hipertensão

Anvisa proíbe produto usado em remédios para hipertensão

Últimas publicações