Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 15/10/2018 às 19h38min

Dicas simples para evitar a candidíase e infecção urinária

Especialista ensina as mulheres que praticam esporte e evitar a candidíase e a infecção urinária. Saiba mais sobre o assunto!
compartilha nas redes sociais:
SportLife

A maioria das pessoas já ouviu falar sobre evitar a candidíase e infecção urinária, pois são dois quadros infecciosos bem comuns. No entanto, para quem corre e, principalmente para as corredoras de longas distâncias, essas duas infecções podem ser ainda mais frequentes. Pensando na situação delicada das atletas, a ginecologista Regina Paula Aires conversou com a Sport Life e esclareceu algumas dúvidas recorrentes sobre estas enfermidades.

Dicas simples para evitar a candidíase e infecção urinária
Dicas simples para evitar a candidíase e infecção urinária
Foto: Getty Images / Sport Life

Dicas para evitar a candidíase

A candidíase pode estar associada à baixa imunidade, uso de antibióticos, anticoncepcionais, corticoides e até mesmo à uma alimentação que modifique o pH da vagina, tornando-o mais ácido e ideal para a proliferação do fungo Cândida Albicans. Determinados alimentos podem ser prejudiciais para quem deseja evitar a candidíase, como:Tomates: são considerados ácidos e acabam por alterar o PH vaginal;

  • Álcool: sua composição é feita pela fermentação de açúcares;
  • Pães : são carboidratos, que também fazem parte da família dos açúcares, aumentando a chance de proliferação do fungo;
  • Uva-passa: quase sempre contam com fungos em sua composição;
  • Açúcar: ele modifica o PH da vagina facilitando o aparecimento de fungos;
  • Leite e queijos: fermentados pelos fungos podem fazer com que o corpo fique propenso a proliferação da Cândida Albicans;

Para a candidíase, é essencial a introdução no cardápio de alimentos com ação antifúngica, como por exemplo: alho, alecrim, cebola e orégano.


Para evitar a candidíase, é essencial a introdução no cardápio de alimentos com ação antifúngica, como por exemplo: alho, alecrim, cebola e orégano
Para evitar a candidíase, é essencial a introdução no cardápio de alimentos com ação antifúngica, como por exemplo: alho, alecrim, cebola e orégano
Foto: Getty Images / Sport Life

Evitando a infecção urinária

Não existe uma fórmula mágica, mas algumas dicas bem simples e eficazes que podem ajudar na prevenção da infecção urinária, como:

Realizar higiene adequada na região da uretra (na mulher, fazê-lo sempre no sentido da frente para trás);
  • Evitar segurar a urina;
  • Tomar banho com água corrente, com temperatura morna ou fria e pouco sabonete;
  • Evitar roupas de fibras sintéticas;
  • Evitar o uso de biquíni molhado por longos períodos;
  • Comer verduras e frutas que aumentem a imunidade e melhorem a flora bacteriana do organismo em geral.
  • A vitamina C também é uma forte aliada para combater os sintomas da infecção, uma vez que ajuda a inibir o crescimento de bactérias como a que causa a inflamação e deixa a urina menos ácida.  Esta vitamina pode ser encontrada em fontes naturais como: repolho, couve-flor, tomate, kiwi, uvas vermelhas, mamão, abacaxi, laranja, limão, brócolis, espinafre e goiaba. A fruta cranberry também previne a patologia, pois contém uma substância que impede a adesão da bactéria na parede da bexiga;
  • Aumentar o consumo de líquidos naturais (ex: água, sucos, chás ou água de coco).

Dicas essenciais para atletas

Segundo a médica, atletas de longas distâncias que passam horas seguidas com a mesma roupa podem se proteger dessas doenças usando roupas leves, de forma a não deixar a região genital muito úmida pelo suor. A pele úmida e fechada por muito tempo debaixo de roupas que não permitem a circulação do ar favorece a proliferação de bactérias.

Saiba que as mulheres estão mais suscetíveis à infecção urinária por alguns motivos, entre eles, a própria anatomia do corpo feminino. A mulher possui a uretra mais curta e uma proximidade maior entre a vagina e o ânus. Nesses locais, é onde se concentra a maioria dos micro-organismos e bactérias que se multiplicam e contaminam o trato urinário. "Aproximadamente, 80% das mulheres contrairão a patologia e 30% deste total terão infecções recorrentes. Lembrando mulheres de qualquer idade podem contrair estas infecções, a dica é anotar as prevenções e se cuidar sempre!", enfatiza a médica.

Fonte: Dra. Regina Paula Ares atua na área clínica do Hospital Sírio Libanês e é ginecologista da Promatre

Candidíase Infecção urinária Dicas para evitar

Veja também MULHER

Eleitor que não votou no primeiro turno deve ir às urnas no domingo

Eleitor que não votou no primeiro turno deve ir às urnas no domingo

Obra de reforma do PSF do bairro São Lourenço está em ritmo acelerado

Obra de reforma do PSF do bairro São Lourenço está em ritmo acelerado

Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas realiza projeto de cirurgias de reconstrução de mamas

Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas realiza projeto de cirurgias de reconstrução de mamas

Homem mata mulher e filha, de 4 anos, a facadas e comete suicídio em Minas Gerais

Homem mata mulher e filha, de 4 anos, a facadas e comete suicídio em Minas Gerais

Últimas publicações