Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 23/07/2018 às 08h55min

Bahia é certificada por 75% da produção de algodão sustentável

compartilha nas redes sociais:
Neuza Brizola / Secom

A qualidade diferenciada do algodão baiano é conhecida em todo o Brasil. Segundo maior produtor do país, o estado teve recentemente 75,6% de sua produção de algodão certificada como sustentável pelo Programa Algodão Brasileiro (ABR) da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), que atua com o licenciamento pela entidade suíça Better Cotton Iniciative (BCI).
Nesta safra 2017/2018, um total de 191.586,00 hectares de área abrangendo 53 propriedades de agricultores foi certificado. Desde o início dos trabalhos do ABR, em 2011, houve uma evolução considerável, tendo a certificação dos produtores baianos passado de 21,1% para os atuais 75,69%. “Com os resultados favoráveis dos produtores diante do mercado consumidor, existe o interesse dos demais produtores em obter a certificação”, explica a coordenadora do Programa da área de sustentabilidade da Abapa, Bárbara Bonfim.
Com 100% da área certificada, a produtora rural Alessandra Zanotto, de Luís Eduardo Magalhães (BA), vê o programa como um suporte ao pontuar todos os itens para cumprimento das legislações e de outras questões ligadas à sustentabilidade. “Embora muitos itens não sejam uma exigência legal, o cumprimento na rotina vem colaborando para a adoção de boas práticas que melhoram a produtividade e o relacionamento com os nossos funcionários, fornecedores e clientes”, afirma.

Critérios

Para obter a certificação, as propriedades rurais devem comprovar excelência em boas práticas, como respeito aos trabalhadores no campo (cumprimento de normas de saúde e segurança) e preservação do meio ambiente. Parte desses critérios é fiscalizada também pelo Governo do Estado.
Por meio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos  (Inema), o Estado concede as licenças ambientais e conscientiza, com fiscalizações, os produtores sobre a importância da preservação de nascentes e reservas legais. Responsável pelas autuações na esfera fitossanitária, a Agência de Defesa Agropecuária (Adab), autarquia do Governo do Estado, fiscaliza a data limite de plantio, condução da cultura quanto ao controle de pragas, rotação de culturas, bem como o uso correto de agrotóxicos.
A Adab também acompanha o Programa do Bicudo, da Abapa, que tem como objetivo combater o bicudo (Anthonomus grandis), praga com elevado potencial de destruição, do início ao final da cultura do algodão, e que é motivo de preocupação constante para os produtores da região oeste e sudoeste da Bahia.

Incentivo
Os cotonicultores que estiverem cumprindo as normas do Inema e da Adab poderão ter acesso aos recursos do Programa de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalba), um dos instrumentos de política agrícola do Governo do Estado que concede incentivo de até 50% do ICMS devido sobre a comercialização do algodão no mercado interno, desde que o produtor atenda aos requisitos tecnológicos, fitossanitários e de qualidade estabelecidos pelo programa.
De acordo com Armando Sá, especialista em meio ambiente e recursos hídricos da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) e ex-diretor da Adab, o Governo do Estado criou o Proalba com o objetivo de incentivar o aumento da área cultivada com algodão. “O produtor de algodão é um exemplo de empresário rural, e o Proalba permitiu que ele demonstrasse sua competência para manter esse alto nível de qualidade e produtividade da pluma produzida na Bahia”, pontua.

Produção de algodão sustentável Bahia Certificação

Veja também AGRICULTURA

Técnicos da Secretaria de Agricultura atuam no Jardim Novo para dar orientações aos produtores rurais sobre manejo do solo

Técnicos da Secretaria de Agricultura atuam no Jardim Novo para dar orientações aos produtores rurais sobre manejo do solo

Corpo encontrado com pés e mão amarrados em Espora Gato é de morador de Posto da Mata

Corpo encontrado com pés e mão amarrados em Espora Gato é de morador de Posto da Mata

Mega-Sena acumula pela 8ª vez seguida e pagará R$ 70 mi

Mega-Sena acumula pela 8ª vez seguida e pagará R$ 70 mi

Suspeito de tráfico é preso pela Rondesp Sul no São Lourenço

Suspeito de tráfico é preso pela Rondesp Sul no São Lourenço

Últimas publicações