Portal Bahia Extremosul - Central de Notícias

publicado em 30/10/2017 às 13h36min

A curiosa origem do Dia das Bruxas

Normalmente associado aos Estados Unidos, festival pagão começou séculos atrás no Reino Unido; hoje, é principal feriado não cristão em diversos países.
compartilha nas redes sociais:
BBC Brasil

Dia das Bruxas é conhecido mundialmente como um feriado celebrado principalmente nos Estados Unidos, onde é chamado de "Halloween".

Mas hoje em dia é celebrado em diversos outros países do mundo, inclusive no Brasil, onde hábitos como o de ir de porta em porta atrás de doces, enfeitar as casas com adereços "assustadores" e participar de festas a fantasia vêm se tornando mais comuns.

Mas sua origem pouco tem a ver com o significado que essa festa popular adquiriu. Entenda a seguir como ela surgiu.

EPA
EPA - Foto: BBCBrasil.com

De onde vem o nome?

O Halloween tem suas raízes não na cultura americana, mas no Reino Unido. Seu nome deriva de "All Hallows' Eve".

"Hallow" é um termo antigo para "santo", e "eve" é o mesmo que "véspera". O termo designava, até o século 16, a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, celebrado em 1º de novembro.

Mas uma coisa é a etimologia de seu nome, outra completamente diferente é a origem do Halloween moderno.

Como a festa começou?

Desde o século 18, historiadores apontam para um antigo festival pagão ao falar da origem do Halloween: o festival celta de Samhain (termo que significa "fim do verão").

O Samhain durava três dias e começava em 31 de outubro. Segundo acadêmicos, era uma homenagem ao "Rei dos mortos". Estudos recentes destacam que o Samhain tinha entre suas maiores marcas a fogueira e celebrava a abundância de comida após a época de colheita.

Fogueira de Halloween
Fogueira de Halloween - Foto: BBCBrasil.com

O problema com essa teoria é que ela se baseia em poucas evidências além da época do ano em que os festivais eram realizados.

A comemoração, a linguagem e o significado do festival de outubro mudavam conforme a região.

Os galeses celebravam, por exemplo, o "Calan Gaeaf". Há pontos em comum entre esse festival realizado no País de Gales e a celebração do Samhain, predominantemente irlandesa e escocesa, mas há muitas diferenças também.

Em meados do século 8, o papa Gregório 3º mudou a data do Dia de Todos os Santos de 13 de maio - a data do festival romano dos mortos - para 1º de novembro, a data do Samhain.

Não se tem certeza se Gregório 3º ou seu sucessor, Gregório 4º, tornaram a celebração do Dia de Todos os Santos obrigatória na tentativa de "cristianizar" o Samhain.

Mas, quaisquer que fossem seus motivos, a nova data para esse dia fez com que a celebração cristã dos santos e a do Samhain fossem unidas.

Assim, tradições pagãs e cristãs acabaram se misturando.

Quando surgiu o Dia das Bruxas?

O Dia das Bruxas que conhecemos hoje tomou forma entre 1500 e 1800.

Fogueiras tornaram-se especialmente populares a partir do Halloween. Elas eram usadas na queima do joio (que celebrava o fim da colheita no Samhain), como símbolo do rumo a ser seguido pelas almas cristãs no purgatório ou para repelir a bruxaria e a peste negra.

Outro costume de Halloween era o de prever o futuro - previa-se a data da morte de uma pessoa ou o nome de seu futuro marido ou mulher.

BBC
BBC - Foto: BBCBrasil.com

Em seu poema Halloween, escrito em 1786, o escocês Robert Burns descreve as formas pelas quais uma pessoa jovem podia descobrir quem seria seu grande amor.

Muitos destes rituais de adivinhação envolviam a agricultura. Por exemplo, puxar uma couve ou um repolho do solo por acreditar que seu formato e sabor forneceriam pistas cruciais sobre a profissão e a personalidade do futuro cônjuge.

Outros incluíam pescar com a boca maçãs marcadas com as iniciais de diversos candidatos e "ler" cascas de noz ou olhar um espelho e pedir ao diabo para revelar a face da pessoa amada.

A comida era um componente importante do Halloween, assim como de muitos outros festivais.

Um dos hábitos mais característicos envolvia crianças, que iam de casa em casa cantando rimas ou dizendo orações para as almas dos mortos. Em troca, elas recebiam bolos de boa sorte que representavam o espírito de uma pessoa que havia sido liberada do purgatório.

Durante o festival, as igrejas costumavam tocar seus sinos, às vezes por toda a noite. A prática era tão incômoda que o rei Henrique 3º e a rainha Elizabeth tentaram proibi-la, mas não conseguiram. Esse ritual prosseguiu, apesar das multas regularmente aplicadas a quem fizesse isso.

Dias das bruxas Origem história

Veja também ENTRETENIMENTO

Policlínica Regional vai favorecer saúde de Medeiros Neto. Prefeita Jadina e equipe acompanharam inauguração.

Policlínica Regional vai favorecer saúde de Medeiros Neto. Prefeita Jadina e equipe acompanharam inauguração.

Após reunião com secretário de saúde médicos da neurocirurgia decidem pela não paralisação em Teixeira de Freitas

Após reunião com secretário de saúde médicos da neurocirurgia decidem pela não paralisação em Teixeira de Freitas

Teixeira: Jornalista protocola denúncia no Ministério Público para que Câmara de Vereadores realize concurso público

Teixeira: Jornalista protocola denúncia no Ministério Público para que Câmara de Vereadores realize concurso público

Em 2017, número de crianças e jovens em oficinas do Departamento Municipal de Cultura subiu de 430 pra 1300 em Teixeira de Freitas.

Em 2017, número de crianças e jovens em oficinas do Departamento Municipal de Cultura subiu de 430 pra 1300 em Teixeira de Freitas.

Últimas publicações